“Escolha dos vices para 2018 estão mais enroladas que namoro de cobra”, diz colunista.

47
“Somente com um bom dialogo e consenso entre os partidos de oposição evitará um racha na oposição”

Continua na briga pelo vice da FPA

O presidente do PDT, ex-deputado Luiz Tchê, afirmou à coluna que o seu partido, apoiado por outras 10 siglas que compõem a Frente Popular, continua na disputa pela indicação do vice de Marcus Alexandre na disputa pelo Governo do Acre em 2018. Segundo Tchê, não tem nada contra os indicados do PCdoB, mas disse que o PDT é grande dentro da FPA e que ele pessoalmente deixou sua vida particular para fortalecer o partido, por isso deixou uma mensagem: “O PDT não vai ser mais coadjuvante”.
Muito equilíbrio para evitar racha

O pré-candidato ao governo do Estado pela oposição, senador Gladson Cameli (PP), não tem ideia de como fará para indicar o vice de sua preferência. O certo é que DEM e PSDB estão na cola do parlamentar. Somente com um bom diálogo, tendo consenso de todos os partidos de oposição, o grupo evitará um racha em torno de Gladson. Prestem atenção no que a coluna está dizendo agora!

Namoro de cobra

O certo é que, tanto a FPA como a oposição, estão criando caso, como jamais houve na escolha do vice na composição de uma chapa majoritária. Mas segundo os líderes da oposição, o vice será indicação do senador. Já na FPA tem quem diga que o vice será indicação da cota pessoal do governador Tião Viana. Ou seja, as escolhas dos vices estão mais enroladas que namoro de cobra.

Aperta a bancada federal, Fernanda!

A prefeita de Brasileia, Fernanda Hassem (PT), vem trabalhando muito para deixar a cidade melhor para seus munícipes. Quem chega ao município já percebe a mudança que ocorreu nesses últimos 10 meses de sua administração. Fernanda precisa na verdade pegar mais no pé dos parlamentares federais para conseguir a liberação dos recursos da emenda da Praça da Juventude, de autoria da ex-deputada federal Perpétua Almeida (PCdoB). Esta obra garantirá um espaço formidável para a juventude da região.

Uma vereadora de excelência!

A vereadora Lene Petecão (PSD) surpreendeu a muitos peemedebistas ao homenagear o jornalista aposentado do quadro de servidores da Prefeitura de Rio Branco, Evandro Derze. A parlamentar escolheu seus homenageados pelo critério de competência e serviços prestados à Capital acreana. Evandro é natural de Sena Madureira, filiado ao PMDB há cerca de 30 anos. Sua vida sempre foi dedicada à família e aos trabalhos exercidos na prefeitura, ajudando em sete administrações de diferentes partidos políticos. Sempre nos bastidores, mas dessa forma contribuiu com muitas comunidades e principalmente na luta pela valorização dos servidores municipais. Título merecido! Outros nomes como os do sindicalista José Bernardo, o “Panelada”; o pai do deputado federal Leo de Brito (PT), Tácio de Brito, entre outros também receberam as homenagens pelos demais parlamentares.

Podem até cortar na carne?

Os caciques do PMDB ainda estão vivos quando o assunto é manter a grandeza do partido no Estado. Com cinco prefeitos, dois deputados federais, depois deputados estaduais, um vereador na Capital e outros mais espalhados pelos municípios. Pretende moldar o jogo dentro da oposição e terá a melhor chapa de deputado estadual. Para concretizar isso, rifará quem quer que seja do jogo estratégico, mesmo que tenha que cortar na carne. Mais uma da coluna para guardarem e conferir!

Não é fácil ficar sem os pais ao lado

O senador Sérgio Petecão (PSD) sofreu fortes emoções ao visitar o tumulo da mãe e do pai no cemitério São João Batista. Agora, como no casamento coletivo do Projeto Cidadão, irão falar que foi jogada de marketing? Antes de ser senador Petecão é um cidadão como qualquer outro na sociedade. Petecão sofre de hipertensão e pela emoção e um calor forte não se sentiu bem. Ou isso é incomum? Petecão deve ser mais cidadão que alguns que aparecem no meio da sociedade somente em momento de oportunismo.

Racha no Juruá?

No município de Mâncio Lima a FPA não espera votos casados aos dois pré-candidatos da aliança. Um racha será eminente. A informação chegou de um integrante da FPA ligado ao prefeito do município, Isacc Lima (PT).

Pimenta é refresco nos olhos dos outros!

A deputada Eliane Sinhasique (PMDB) fez duras críticas à falta de atendimento e remédios no hospital do Câncer, por isso foi criticada pelo deputado Jenilson Leite (PCdoB). Eliane, que não leva desaforo, disse que não era o parlamentar que estava com um caroço no peito, por isso achava que tudo era solucionado pelo Governo do Estado. Mas a fila para atendimento só aumentava no Hospital da Clínicas.

Os registros de homicídio continuam

A onda de violência voltou à Capital acreana. Bem que o governador disse que a onda de violência parece com a cidade de Medellín na época de Pablo Escobar. Foi só a organização do evento de Segurança nas Fronteiras terminar que as matanças começaram novamente. Triste realidade!

Como combater a bandidagem?

Lá no Egito descobriram uma Câmara em uma das pirâmides. Aqui no Acre nada do Secretário de Segurança Pública, Emylson Farias, descobrir como combater a bandidagem. A população quer sair de casa e saber que vai voltar para continuar garantido o sustento da família. Mas estamos em uma cidade que só sabemos que estamos saindo, mas que vamos voltar é contar com fé em Deus somente.

Alertando!

As categorias de trabalhadores de todos os níveis, se quiserem continuar vivas depois da Reforma Trabalhista, devem começar a ser organizar para combater os excessos e decisões fora do estabelecido na nova legislação aprovada pelo Congresso Nacional. Agora se os trabalhadores não estiverem mais unidos nas ‘lutas’, a fragilidade de que se encontra no mercado será cada vez maior.