Filho de Orleir Cameli diz que vai processar Daniel Zen por “ataques covardes” contra seu pai

21
 

As declarações do líder do governo na Aleac, deputado Daniel Zen (PT), sobre o que ele classifica como fatos históricos que envolveram a administração do falecido ex-governador Orleir Cameli podem gerar desdobramentos indesejáveis para ele. O engenheiro Orleilson Cameli, filho de Orleir Cameli encaminhou nota à redação de ac24horas para informar que estará acionando “judicialmente para que o parlamentar responda na Justiça os ataques feitos de maneira covarde à honra de uma pessoa falecida”.

Na sessão da última quarta-feira, Daniel Zen deixou nas entrelinhas que Orleir Cameli seria responsável por quebrar a previdência do Estado. De acordo com ele, Cameli deixou cinco meses de salários atrasados e faliu as empresas públicas. Mesmo afirmando que não tinha intenção de enxovalhar a honra de ninguém, Daniel Zen citou as acusação que Orlei Cameli teria dois CPFs e teve um avião apreendido com contrabando.

“A família de Orleir Messias Cameli, ex-governador do Acre, estará acionando o deputado estadual Daniel Zen (PT) judicialmente para que o parlamentar responda na justiça os ataques feitos de maneira covarde à honra de uma pessoa falecida”, diz Orleilson Cameli, que acredita que o parlamentar petista estaria usando o nome de seu pai para criar fato político com a intenção de tirar proveito eleitorais, já que as eleições se avizinham e Gladson Cameli (PP) é um forte concorrente na disputa.

“Os impropérios ditos pelo deputado Daniel Zen contra o ex-governador Orleir Cameli fazem parte do corriqueiro modo de enxovalhar a honra alheia no afã de conseguir palco para desordens sociais promovidas pelo súditos da repulsiva politicagem petista. Por lhe faltar hombridade, o deputado Daniel Zen não ousaria proferir tais inverdades contra Orleir Cameli caso ele estivesse vivo. Pelo contrário, esconde-se detrás da tribuna de uma Casa Legislativa onde seu papel deveria ser o de representar a sociedade de maneira digna e responsável”.

O engenheiro finaliza a mensagem informando que as declarações de Daniel Zen, durante discurso na tribuna da Assembleia Legislativa do Acre (Aleac), quando acusou Orleir Cameli de possíveis erros administrativos e supostos crimes de falsificação de documentos e contrabando terão que ser comprovadas na Justiça. “Por fim, informo que a Família Cameli não irá tolerar qualquer oportunismo político contra o nome daquele que honrou sua família, seus amigos e o Acre, como fez Orleir Messias Cameli. Nosso caminho sempre foi e será a Justiça!”