Governo e Diocese divulgam nota oficial e celebram paz no convênio do Santa Juliana

68

A Secretaria estadual de Saúde, a Casa Civil do Governo do Estado e a Diocese de Rio Branco divulgaram, como acertado ontem, nota oficial para por fim a divergências relativas ao atendimento no Hospital Santa Juliana, ressaltando que a situação foi resolvida por meio de “diálogo amplo, minucioso, no qual as partes puderam se manifestar, expor suas preocupações, dificuldades e necessidades. Portanto, o mais elevado esclarecimento de boa-fé compartilhada e compreensão possibilitou que o impasse fosse superado e encontrada uma nova agenda, um novo caminho de relacionamento entre a Sesacre  e a unidade hospitalar”.

A nota oficial garante que “foi constituída uma nova agenda de relacionamento sobre o hospital entre Diocese, Secretaria de Saúde e Casa Civil. Esta é a boa notícia que compartilhamos com a sociedade do Acre”. O governo do Acre, diz a nota, “reafirmou a mais elevada consideração com a vida cristã no Acre, o respeito e a consideração com a Diocese de Rio Branco, o papel dela na história do Acre e o seu compromisso com os mais elevados valores éticos, humanos e sociais. A diocese por sua vez, “externou o mais elevado respeito e consideração pelo relacionamento que recebe do governo do Estado e as responsabilidades sociais como o governo pratica o exercício das políticas públicas”, A nota é assinada pelo secretário de Saúde, Gemil Júnior, secretária da Casa Civil, Márcia Regina Pereira e pela diocese, o padre Jairo Coelho, ecônomo da igreja, Eis o teor completo da nota oficial que põe fim às divergências e garante o funcionamento normal do convênio.

NOTA OFICIAL

A Secretaria de Estado de Saúde (Sesacre) e a Diocese de Rio Branco têm a boa notícia a compartilhar com a sociedade acreana de que o impasse administrativo e técnico surgido entre o Hospital Santa Juliana e o Sistema Único de Saúde, por meio da Sesacre, foi tratado em diálogo amplo, minucioso, no qual as partes puderam se manifestar, expor suas preocupações, dificuldades e necessidades. Portanto, o mais elevado esclarecimento de boa-fé compartilhada e compreensão possibilitou que o impasse fosse superado e encontrada uma nova agenda, um novo caminho de relacionamento entre a Sesacre e a unidade hospitalar.

O governo do Estado, por sua parte, externou e reafirmou a mais elevada consideração com a vida cristã no Acre, o respeito e a consideração com a Diocese de Rio Branco, o papel dela na história do Acre e o seu compromisso com os mais elevados valores éticos, humanos e sociais.

A Diocese de Rio Branco também externou o mais elevado respeito e consideração pelo relacionamento que recebe do governo do Estado e as responsabilidades sociais como o governo pratica o exercício das políticas públicas.

Portanto, foi constituída uma nova agenda de relacionamento sobre o hospital entre Diocese, Secretaria de Saúde e Casa Civil. Esta é a boa notícia que compartilhamos com a sociedade do Acre.

Gemil Salim Junior

Secretário de Estado de Saúde

 

Márcia Regina Pereira

Chefe da Casa Civil

Padre Jairo Coelho

Ecônomo da Diocese de Rio Branco