Juiz decreta prisão de policial envolvido em furto de armas em delegacia

77
Duas submetralhadoras e um fuzil, além de carregadores e munições, foram localizadas ao lado do hotel que era arrendado pelo policial

O ALTO ACRE
O juiz da Comarca de Brasiléia, Clovis Lodi, emitiu na tarde desta terça-feira, dia 19, o mandado de prisão preventiva conta a pessoa do policial Maicon Cezar Alves dos Santos, acusado do envolvimento no furto de armas na delegacia do município na madrugada do dia 12 de junho deste ano.

O caso, que repercutiu em todo o Acre, foi solucionado após intensa investigação por parte dos agentes da delegacia, coordenados pelo delegado titular Karlesso Nespoli. Cerca de cinco armas foram furtadas com ajuda do policial, que facilitou a entrada de uma pessoa com nacionalidade boliviana.

Três pessoas também estão sob custódia no sistema prisional do Estado, acusados de envolvimento no furto, entre eles, uma mulher. Duas submetralhadoras e um fuzil, além de carregadores e munições, foram localizadas ao lado do hotel que era arrendado pelo policial na cidade de Brasiléia.

Maicon se encontra fora da cidade de Brasiléia, de onde era lotado como policial. O mesmo teria sido visto se deslocando com sua família para a Capital do Acre na tarde do dia 16 de junho, antes de seu nome aparecer como envolvido no furto das armas