Ney Amorim conversa com Gladson Cameli e decide deixar o governo

404

PorDa redação ac24horas

O ex deputado estadual Ney Amorim, não é mais secretário de Articulação Política do governo Gladson Cameli.

Ney Amorim, anunciou na noite desta segunda-feira, 17, sua saída do governo. Ele disse que a decisão já vinha sendo amadurecida a bastante tempo e que sua missão de ajudar o governador Gladson Cameli (Progressista) na fase de transição foi cumprida. “Conversei no final da tarde com o governador e achei por bem deixar o governo para construir uma nova etapa política da minha vida”, disse. Segundo ele, a boa relação com o governador Gladson está mantida.

Ney Amorim viaja na próxima quinta-feira para Brasília onde manterá encontro com o presidente nacional de um partido. Ele assumirá a presidência no Acre. Porém, não quis adiantar a sigla para evitar especulações. Disse que seu novo partido será aliado do atual governo. “Espero até terça-feira anunciar o nome do um novo partido”, disse.

Ney disputou o Senado pelo PT numa “guerra” acirrada com o ex-senador Jorge Viana (PT). Depois da eleição foi convidado pelo governador e pelo vice major Rocha (PSDB) para ajudar na articulação política. Contribuiu decisivamente para a eleição do presidente da Assembleia, deputado Nicolau Júnior (Progressista) e pela formação da nova base do governo no Legislativo.