Neymar tem 36 propriedades bloqueadas pela Justiça

608
Neymar deixa a sexta delegacia da mulher para depor, em São Paulo, SP 13/06/2019 Foto:Sergio Barzaghi/Gazeta Press

Ainda enfrentando uma acusação de estupro, Neymar tem mais motivos para se preocupar. Isso porque, conforme publicado pela Folha de S. Paulo, a Justiça bloqueou 36 propriedades do jogador do Paris Saint-Germain.

Com os bloqueios, os imóveis não podem ser negociados, mas seguem liberados para a utilização. A medida faz parte de um processo de sonegação fiscal que envolve R$69 milhões e é referente à transferência de Neymar do Santos para o Barcelona, em 2013.

Foto:Sergio Barzaghi/Gazeta Press

Foto:Sergio Barzaghi/Gazeta Press

Foto:Sergio Barzaghi/Gazeta Press

Duas mansões localizadas no condomínio Jardim Acapulco, no Guarujá, litoral de São Paulo, estão entre as bloqueadas. Os imóveis, que juntos somam 3.000 m² de área, foram adquiridos em 2011, justamente quando o jogador recebeu um adiantamento de 10 milhões de euros (cerca de R$43 milhões na cotação atual) do clube catalão, pelo valor de R$7 milhões.

As outras propriedades no nome de Neymar ou de suas empresas que estão bloqueadas se localizam em Itapema (litoral de Santa Catarina), Santos, São Paulo, Guarujá, Praia Grande e São Vicente.

Fique por dentro do mundo do esporte!

Receba alertas no seu computador das principais notícias do site

ATIVAR ALERTAS

 COMENTAR