Rocha diz que Ouvidor dos Direitos Humanos deveria arrumar “algumas lavagens de roupas”

44
 

O deputado federal Major Rocha (PSDB) afirmou por meio de suas redes sociais na noite deste sábado, 30, que o Ouvidor dos Direitos Humanos, Valdecir Nicácio Lima, que declarou que pedirá a prisão dos policiais militares do Batalhão de Operações Especiais (BOPE) flagrados em vídeo agredindo um casal suspeito de tráfico de drogas, “sempre trabalhou contra a Polícia e ganha quase 8 mil reais do governo o PT para isso”.

“Sei que essa coisa de pedir prisão de policiais tem como único objetivo fazer com que esse elemento apareça para na mídia. Ele quer ganhar holofotes as custas desses policiais. Ou será que ele não sabe que ele não tem competência legal para isso. Melhor seria se esse sujeito buscasse arrumar algumas lavagens de roupas pois a boquinha vai acabar em breve. Se Deus quiser o próximo governo não vai sustentar quem vive de atacar a Polícia”, disse Rocha.

LEIA MAIS
Ouvidor dos Direitos Humanos diz que pedirá prisão de policiais do Bope envolvidos em tortura

A indignação do parlamentar de oposição bate de frente com as declarações de Nicácio que afirmou que a detenção dos agentes será necessária como forma de garantir a integridade física da mulher que aparece nas imagens sendo vítima de socos e tapas.

Junto com o seu parceiro, ela foi presa pelo crime de tráfico de drogas. Em audiência de custódia na manhã desta sexta-feira (29), ela foi liberada pelo juiz Alesson Braz. O magistrado considerou que não havia indícios suficientes para relacioná-la com o crime de tráfico, mas determinou seu monitoramento por tornozeleira eletrônica. Já o parceiro foi encaminhado para o presídio Francisco D’Oliveira Conde.

A justiça determinou de forma imediata a abertura de um inquérito criminal pela Polícia Civil para apurar a suposta prática de tortura. As agressões sofridas foram confirmadas pelo exame de corpo de delito realizado pelo Instituto Médico Legal (IML).