‘Pandemia pode acabar em um ano’, diz CEO da Moderna

O CEO (Chief Executive Officer), Diretor Executivo da farmacêutica estadunidense Moderna, Stéphane Bancel, declarou que a pandemia da Covid-19 pode acabar em um ano. Segundo o executivo, o fim da pandemia será garantido pelo aumento na produção e na distribuição de vacinas ao redor do mundo.

Em entrevista ao jornal suíço Neue Zuercher Zeitung, Bancel disse que se olharmos para a expansão da capacidade da indústria nos últimos seis meses, em breve, teremos número de doses suficiente para ter toda população mundial vacinada até meados do ano que vem.

Para Bancel, em breve, as vacinas estarão disponíveis até mesmo para crianças sem comorbidades, que é considerado um público não prioritário para a imunização. Otimista, o Stéphane Bancel acredita que até mesmo as doses de reforço serão possíveis para todos em um curto espaço de tempo.

“Quem não se vacinar vai se imunizar naturalmente, porque a variante Delta é muito contagiosa. Dessa forma, vamos acabar em uma situação parecida com a da gripe”, declarou Bancel.

“Você pode se vacinar e ter um bom inverno. Ou você não faz isso, corre o risco de ficar doente e, possivelmente, até acabar no hospital, completou”. O executivo disse acreditar que, a partir da última quinta-feira (23), ele presume que daqui um ano a situação estará normalizada.

Doses de reforço

Vacina da Moderna contra a Covid-19
Dose de reforço da vacina da Moderna deve consistir em apenas metade da dose original. Imagem: Shutterstock

O CEO da Moderna disse que espera que os governos aprovem as doses de reforço para pessoas que já receberam as duas doses, mas que estejam em grupos de risco. Para ele, idosos e imunossuprimidos precisarão de uma atualização já no começo do ano que vem.

As vacinas da Moderna para doses de reforço também devem ser otimizadas para a variante Delta, essas novas versões já estão em ensaios clínicos e devem formar a base para programas de imunização ao redor do mundo em 2022.

Via: CNN Brasil

Next Post

Comentários