2022: Uma disputa renhida para o Senado

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

 Luis Carlos Moreira Jorge 

A ELEIÇÃO para a disputa de uma única vaga para o Senado, a acontecer no próximo ano, começa a movimentar os partidos que apoiaram o Gladson Cameli para o governo. O MDB colocou no jogo o nome do experiente deputado federal Flaviano Melo (MDB), como um elo que reaproximaria o partido do governo, do qual se encontra afastado e sem espaços. O DEM lançou o nome do bem avaliado deputado federal Alan Rick (DEM), aliado de primeira hora do governador. O PP trabalha para que a senadora Mailza Gomes (PP) consiga um novo mandato. Há ainda a possibilidade de uma candidatura com força no Juruá, da deputada federal Jéssica Sales (MDB). O governador Gladson Cameli tem dito que, ele disputará a reeleição. A candidatura do senador Sérgio Petecão (PSD) ao governo está só nos bastidores, mas vai despontar no próximo ano. Neste caso, cada candidato teria um nome para o Senado. E, assim, se poderá ter três nomes brigando pela vaga de senador, já que o PT lançará candidato.  É o velho ditado: – quanto mais cabra, mais cabrito.

BOI DE PIRANHA

O EX-PREFEITO de Rio Branco, Marcus Alexandre, deve ser candidato na eleição do próximo ano. Se ele tiver juízo; disputa vaga na ALEAC, ser candidato a deputado federal ou ao Governo, pode servir de boi de piranha.

CARA DE PAISAGEM

OS VEREADORES da capital não foram empossados para fazer cara de paisagem. Poucos se posicionaram contra a abertura do ano letivo, em meio ao pique da pandemia.

DADOS ALARMANTES

PARA SER TER UM EXEMPLO, ontem foram registrados 300 novos casos de contaminação pelo Covid-19, e quatro mortes. Para os negacionistas da ciência, isso é motivo de festa. Ainda bem que não temos um governador insano!

CURIÓ EM MUDA

O VICE-GOVERNADOR Rocha adotou a postura de curió em muda, não dá um pio. O melhor que ele fez foi recuar, não ganhava nada em trombar com o governador.

CONTER A ANSIEDADE

O GOVERNADOR Gladson tem que conter a sua ansiedade ao projetar para a opinião pública a vinda de 160 mil doses de vacina, pois, se não der certo vai se desgastar.

UMA TEMERIDADE

AINDA não se pronunciou, mas se for ser candidato a deputado federal em 2022, o deputado Roberto Duarte (MDB) dará um salto no escuro, não foi bem para a PMRB. E, teria adversários internos fortes, como a Jéssica Sales, o prefeito Mazinho, e o Flaviano Melo.

CONTEXTO DIFERENTE

TODA A BANCADA FEDERAL acreana foi eleita em coligações proporcionais. Em 2022, cada partido tem que ter a sua chapa própria. E, montar uma chapa não é fácil.

DENTRO DAS RECOMENDAÇÕES

ELOGIÁVEL a forma como o Pastor Agostinho, da Igreja Batista do Bosque, conduz os seus cultos. Segue rígido os protocolos para evitar a contaminação pelo Covid.

TEM COMO PEDIR VOTOS

A DEPUTADA FEDERAL Jéssica Sales (MDB) tem moral para chegar nos municípios do Juruá, e pedir votos à sua reeleição. Ninguém mais que ela, destinou recursos à região. Representa bem o Vale do Juruá.

DISPARADA A MAIS ATIVA

DENTRO da bancada feminina do Acre, na Câmara Federal, a deputada federal Jéssica Sales (MDB) é dispara a mais ativa politicamente. A Jéssica firmou o seu nome.

SER COMPETITIVO

O SENADOR Sérgio Petecão (PSD) trabalha para montar um partido competitivo em 2022, quer ter candidatos à Câmara Federal e á ALEAC, em todos os municípios.

NENHUMA DÚVIDA

NÃO HÁ a menor dúvida de que o senador Sérgio Petecão (PSD) será candidato a governador no próximo ano. Todos seus passos políticos têm sido neste sentido.

PSL NÃO SE FIRMOU

O PSL ainda não conseguiu se firmar politicamente no estado, em que pese o esforço da sua direção regional. Não conseguiu eleger um prefeito na última eleição. Dizer que adora o presidente Bolsonaro, não dá voto no Acre.

JV NO COMANDO

A coordenação para a montagem da chapa de deputado federal e deputado estadual no PT, vem sendo feita pelo ex-senador Jorge Viana, que tem gastado muita saliva.

NOMES PARA FEDERAL

O PT poderá ter numa chapa de Federal nomes como Raimundo Angelim, Sibá Machado, Léo de Brito, Fernanda Hassem, Nazaré Araújo e o Marcus Alexandre.

NÃO SE PRONUNCIOU

A EX-PREFEITA Socorro Neri, mesmo derrotada, saiu da eleição e do mandato, com o seu perfil projetado de forma positiva. Não falou se será candidata, em 2022.

NÃO SERÁ TÃO FÁCIL

O PSDB é um partido que terá dificuldade para montar uma chapa para a disputa de vagas na Câmara Federal. O partido esqueceu não ter mais coligações proporcionais.

NÃO TEM DOMÍNIO

VEJO muito dirigentes do PP alardear que são fortes, porque têm o prefeito da capital. Se não conhecerem o Tião Bocalom, ninguém tem domínio político sobre ele.

EDUCAÇÃO É INVESTIMENTO

COM a Educação, não se gasta, se investe. É o que fez o deputado federal Alan Rick (DEM), ao conseguir com sua emenda parlamentar, a reativação da obra da escola Maria Moreira, que estava parada desde o governo anterior.

RESOLVEU TROMBAR

O PREFEITO Bocalom resolveu trombar com os sindicatos da Educação e com os professores, ao manter o reinício presencial das aulas; naquela de que, quem manda sou eu. O agravamento da pandemia não o fez recuar.

FRASE MARCANTE

“Os verdadeiros analfabetos são os que aprenderam a ler, mas não leem”. Mário Quintana.