Acre é o Estado que mais avança com ajuda da União no combate ao coronavírus

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
EVERTON DAMASCENO

Os investimentos nos Estados feitos pelo Governo Federal para o combate à pandemia do coronavírus avançaram significativamente em 2020, de acordo com um levantamento feito pelo site Valor Econômico.

O Acre, proporcionalmente, foi a unidade que mais se destacou no recebimento de transferências.

O valor foi 88,% a mais do que o recebido em 2019.

“Foram de grande ajuda as transferências da União, que subiram 36,2% incluindo na conta os repasses extraordinários realizados por conta da pandemia, o que permitiu à receita corrente crescer em ritmo mais forte que a arrecadação própria, com alta de 6,6% nominais no conjunto dos 26 Estados mais o Distrito Federal. Com a dedução dos R$ 6,4 bilhões pagos pelo governo federal aos Estados relativos ao leilão da cessão onerosa do pré-sal na base de 2019, a expansão nominal das transferências da União foi de 43,1%”, diz um trecho.

Nem todos os Estados, porém, elevaram os investimentos no segundo ano de mandato dos governadores. Entre as exceções ficaram Paraíba, Minas Gerais, Rio Grande do Norte, Mato Grosso do Sul e Rio de Janeiro (Ver quadro ao lado).

Os dados foram levantados pelo Valor nos relatórios de execução orçamentária entregues pelos Estados à Secretaria do Tesouro Nacional. Foi considerada como arrecadação própria o recolhimento de impostos, contribuições e taxas. Nas despesas, foram comparados os valores empenhados.