Acre entra em estado de alerta e investiga dois óbitos por surto de diarreia

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

Por Alciente Gadelha


Pelo menos duas pessoas morreram na região do Juruá com quadro de diarreia
Pelo menos duas pessoas morreram na região do Juruá com quadro de diarreia

Depois de 11 municípios do Acre atingirem a situação de alerta máximo por causa do surto de diarreia, o estado apresentou uma redução dos casos no boletim da semana 39, divulgado nessa quinta-feira (7), e regrediu para a situação de alerta. O estado tem ainda dois óbitos em investigação.

Os dados são do Núcleo das Doenças de Transmissão Hídrica e Alimentar (NDTHA) da Secretaria Estadual de Saúde (Sesacre) e mostram que de 3 de janeiro a 2 de outubro foram registrados 20,9 mil casos da doença. No mesmo período do ano passado, foram 13,9 mil.

Os casos começaram a aumentar a partir de 25 de julho, na semana epidemiológica 30 e o estado entrou em surto a partir da semana 32. Com a situação crítica, a Sesacre montou uma sala de situação para monitorar os casos. Uma equipe da Saúde está na regional do Juruá para avaliar o aumento expressivo de casos, principalmente nos municípios de Cruzeiro do Sul, Mâncio Lima e Rodrigues Alves.

O Chefe do Departamento de Vigilância em Saúde da Sesacre, Gabriel Mesquita, informou que a previsão é que na próxima semana seja concluída a investigação que deve apontar as possíveis causas do surto.

Em entrevista à Rede Amazônica Acre nessa quinta, Débora dos Santos, do Núcleo de Doenças Epidemiológicas da Sesacre, disse que o estado apresentou o maior número de notificações dos últimos 10 anos.

“Temos uma série histórica de 10 anos. Infelizmente, a maioria dos municípios ultrapassou essa série histórica, estamos com a maior notificação nesse período de 10 anos. Estamos aqui em Cruzeiro do Sul na quarta semana conseguindo baixar o número”, disse.

LEIA TAMBÉM:

Acre monta sala de situação para monitorar surto de diarreia; há quase 20 mil casos confirmados — Foto: Agência de Notícias do Acre

Acre monta sala de situação para monitorar surto de diarreia; há quase 20 mil casos confirmados — Foto: Agência de Notícias do Acre

Óbitos em investigação

Durante o aumento dos casos, foram registrados dois óbitos de crianças, nas cidades de Feijó e Tarauacá.

Na semana 35 foi registrado um óbito infantil de indígena ocorrido no dia 1º de setembro, no Hospital Geral de Feijó. Na semana 36 mais um óbito foi registrado, no dia 9 de setembro. Uma criança de apenas 7 meses morreu no Hospital Sansão Gomes, em Tarauacá. Os dois casos estão em investigação de acordo com o boletim.