Alto Acre regride e todo estado está na bandeira amarela

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
POR EVERTON DAMASCENO

O Comitê de Acompanhamento Especial da Covid-19 anunciou nesta sexta-feira (9), durante coletiva à imprensa, que todo o Acre está classificado na Bandeira Amarela (nível de atenção).

Com nota 6, a regional do Alto Acre, composta pelos municípios de Assis Brasil, Brasiléia, Epitaciolândia e Xapuri, estava na bandeira verde, mas regrediu para a amarela. Houve um aumento no número de óbitos, mas redução na ocupação de leitos clínicos de UTI e comuns.

O Baixo Acre e Purus (Acrelândia, Bujari, Capixaba, Jordão, Manoel Urbano, Plácido de Castro, Porto Acre, Rio Branco, Santa Rosa do Purus, Sena Madureira e Senador Guiomard) permaneceram no nível de atenção, com nota 7. O comportamento de queda na regional foi sustentado nas últimas semanas epidemiológicas, com redução de 56% no número de novos casos da doença, 38% no número de óbitos e 32% na ocupação da UTI.

A regional do Juruá e Tarauacá/Envira (Cruzeiro do Sul, Feijó, Mâncio Lima, Marechal Thaumaturgo, Porto Walter, Rodrigues Alves e Tarauacá) obteve nota final 9 e também se manteve na bandeira amarela, com aumento nos índices de internação e mortes.

Mudanças no funcionamento dos setores

Nada muda para as regionais do Baixo Acre e Purus e Juruá e Tarauacá/Envira, que se mantiveram na bandeira amarela, mas o Alto Acre sai do limite máximo de 80% do público nos estabelecimentos para 50% – como determina o pacto.

Medidas como o toque de recolher, a partir de meia noite, e o encerramento das atividades comerciais às 10 h, ainda estão mantidas.