Amofinou: Peço desculpas a todo o Brasil, diz Daniel Silveira durante sessão

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Daniel Silveira durante depoimento por videoconferência

Daniel Silveira durante depoimento por videoconferência

REPRODUÇÃO/TV CÂMARA

deputado Daniel Silveira (PSL-RJ) pediu desculpas durante sua fala por videoconferência na sessão da Câmara que vai decidir sobre sua prisão nesta sexta-feira (19). Silveira disse que exagerou em suas palavras no vídeo pelo qual foi preso e pediu desculpas a todos. “Peço desculpas a todo o Brasil. Me excedi de fato na fala, foi um momento passional.”

Ele foi preso na noite de terça-feira (16) por ordem do ministro do STF Alexandre de Moraes, decisão chancelada no dia seguinte pela unanimidade dos ministros do STF. Ele gravou e divulgou vídeo em que faz críticas aos ministros do Supremo e defende o Ato Institucional nº 5 (AI-5).

Nesta quinta-feira (18), após audiência de custódia que manteve a prisão, o deputado foi transferido da sede da Polícia Federal para um batalhão da Polícia Militar, no Rio de Janeiro

Silveira começou sua defesa citando um trecho de livro do ministro do STF Alexandre de Moraes sobre “liberdade de pensamento, palavra e opinião”.  Disse que o STF é uma “instituição muito importante”, mas que “toma decisões que às vezes não entendo”. Ele afirmou que não era nenhum criminoso. “Não sou nenhum criminoso. Em nenhum momento cometi crime na minha vida. Vim de família humilde”, disse Silveira.