POSSE2 BSB DF 29 04 2020 NACIONAL JAIR BOLSONARO/ANDRE MENDONCA O presidente da Republica, Jair Bolsonaro com o vice presidente, Hamilton Mourao durante cerimonia de posse do novo ministro da Justica e Seguranca, Andre Mendonca, no salao Nobre do Palacio do Planalto. FOTO:DIDA SAMPAIO/ESTADAO

Bolsonaro exclui Mourão de reunião ministerial

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

Vice não foi chamado para a reunião ministerial convocada por Bolsonaro hoje e preferiu não polemizar decisão do chefe

FÁBIO RODRIGUES POZZEBOM/AGÊNCIA BRASIL

O vice-presidente da República, Hamilton Mourão, preferiu não polemizar sua exclusão da reunião ministerial convocada por Jair Bolsonaro nesta terça-feira (9). O encontro, que conta com a presença de 22 dos 23 ministros, não estava na agenda oficial do presidente nesta manhã.

“Não, não fui convidado, não fui chamado. Então acredito que o presidente julgou que era desnecessária a minha presença. Só isso”, afirmou Mourão a jornalistas em Brasília.

Questionado se a situação o deixou desconfortável, Mourão negou. “Não, não estou incomodado, não.”

Bolsonaro tem trabalhado em temas fundamentais para o seu governo como o auxílio emergencial, priorizando a busca de opções para viabilizar uma nova rodada do benefício. Também está na pauta uma solução para o preço dos combustíveis, reivindicação direta dos caminhoneiros.

Os atritos entre o presidente e o vice se intensificaram no fim do mês passado, quando Mourão abordou publicamente o desempenho do ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo. Bolsonaro se irritou, negou a intenção de demiti-lo e se referiu ao general da reserva do Exército de “palpiteiro”.