Câmara de Brasiléia realiza Quarta Sessão Ordinária de 2021

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

A Quarta Sessão Ordinária do Primeiro ano legislativo da décima quinta legislatura do município de Brasiléia, que foi realizada nesta terça-feira, 23, contou com a presença dos vereadores Elenilson Cruz (PT), Reinaldo Gadelha (MDB), Marinete Mesquita (PT), Jurandir Queiroz (PROS), Leomar Barbosa (PSD), Neiva Badotti (PSB), Lessandro Jorge (PT), Rogerio Pontes (PROS), Marquinhos Tibúrcio (MDB) e da Presidente Arlete Amaral (SD).

Nesta Sessão, os vereadores utilizaram a Tribuna para fazer as suas reivindicações. E na presente Sessão, teve a presença do Procurador do Município de Brasileia, Drº. Francisco Valadares Neto, ocasião que utilizou da tribuna para fazer explicação do projeto nº 03 do executivo, que dispõe sobre a regulamentação e organização da procuradoria Jurídica do município.

 

 

Em uso a Tribuna, os vereadores solicitaram:

 

Vereador Elenilson Cruz (PT): o parlamentar no uso de suas atribuições, solicitou a Secretaria de Obras recuperação da ponte do ramal do Nazaré, próximo a residência do Srº. Botinha, que por causa das chuvas está tendo risco de desabar. Também solicitou da Secretaria de Obras reparos na iluminação no polo moveleiro localizado no km 08.

 

 

Vereador Jurandir Queiroz (PROS): o parlamentar no uso de suas atribuições, solicitou que a secretaria de Obras faça reposição de lâmpadas na rua Maria das Neves Araújo Moreira, localizada no bairro Samauma. Finalizando, solicitou que a secretaria de Obras estude uma possibilidade de aquisição de um caminhão “tatuzão” para limpeza das fossas e atender as famílias de Brasiléia.

 

 

Vereador Leomar Barbosa (PSD): o parlamentar no uso de suas atribuições, solicitou que a Secretaria de Obras faça reparos na iluminação do Cemitério, que nesse momento de pandemia algumas vezes os sepultamentos estão sendo feitos em horário noturno e foi constatado que no local está sem energia elétrica. O vereador também solicitou da prefeitura o motivo das obras da escola Socorro Frota e da Garagem municipal estarem paralisadas desde o ano passado.

 

Vereadora Neiva Badotti (PSB): a parlamentar no uso de suas atribuições, pediu a modificação do projeto de lei de Nº04 do executivo, para que, todos os profissionais da saúde que estão na linha de frente do COVID-19 recebam a renumeração temporária, e está de acordo com a contratação emergencial de profissionais para atuar no âmbito da Secretaria Municipal de Saúde.

 

 

Vereador Reinaldo Gadelha (MDB): o parlamentar no uso de suas atribuições, solicitou da secretaria de Obras um serviço no ramal Paraíso e destacou que os produtores que moram no ramal precisam transitar e o ramal não está dando condições. Sugeriu que o poder legislativo encaminhasse um pedido para o Deputado Federal, Flaviano Melo, para contemplar a Escola Rural Francisco Germano no Programa (Internet Via Satélite).

 

Vereadora Marinete Mesquita (PT): a parlamentar no uso de suas atribuições, solicitou ao setor de cadastro qual será as medidas para subsidiar os empresários, taxista, moto-taxista, quais as demandas que eles terão em relação aos descontos, porque o interessante que junto com os decretos municipais e estaduais colocassem como anexo as opções para os comerciantes em relação aos descontos nas tarifas e tributos.

 

Vereador Rogério Pontes (PROS): o parlamentar no uso das suas atribuições, solicitou ao DNIT a recuperação da BR 317 sentindo Brasiléia – Assis Brasil, local que necessita com urgência de melhorias na manutenção geral, com escoamento das águas acumuladas e recuperação dos locais que apresentam bastantes buracos na via, ou seja, a estrada precisa de melhorias num todo, pois hoje encontra-se em situação precária. A presente indicação vem em atendimento ao pedido das famílias que residem ao longo deste trajeto, as quais vivem dia a dia as dificuldades trazidas pelas condições ruins que a estrada apresenta.

 

Vereadora Arlete Amaral (SD): a parlamentar no uso de suas atribuições, comentou sobre o decreto do governo do estado, pois ressalta que não acha a forma correta de conter a pandemia fechando os comércios somente aos finais de semana, dessa forma está prejudicando a economia da região e causando aglomerações no decorrer da semana.