Câmara de vereadores de Epitaciolândia realiza 23ª Sessão Ordinária de 2021

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

Renny Carvalho

Na manhã desta segunda-feira 27 de setembro de 2021, a Câmara Municipal de Epitaciolândia realizou a 23ª Sessão Ordinária de 2021 com a presença de seis dos nove vereadores. Os parlamentares mirins do município Diojino Guimarães (MDB),  Marcos Ribeiro (PSDB)   e  Nego (Progressista), justificaram ausências.

Acompanhe um resumo das falas dos vereadores em uso a tribuna

Vereadora Preta (Progressista) – Iniciou cumprimentando a mesa e a plateia, justificou a falta do vereador nego, parabenizou o secretário de saúde, que está fazendo um grande trabalho; falou que participou de uma conferência em valorização da vida, desejou muito sucesso. Citou sobre um pedido ao prefeito, para os bairros Liberdade e Beira Rio que precisam de imediato iluminação nas ruas e que logo estarão sendo contemplados. Mencionou uma conversa que teve com o secretário de obras, que levou o mesmo em pontos críticos da cidade principalmente o centro da cidade, e que a população fique tranquila pois as máquinas saindo do Jose Hassem vão para os demais locais que tem essa necessidade de paliativos, pois as máquinas tiveram que cumprir ordem judicial no município de Bujari, por isso a demora e que todos os bairros serão contemplados.

 Vereador Rubens Rodrigues (PSD) – Iniciou suas palavras agradecendo a Deus e cumprimentado a mesa.  Justificou suas faltas anteriormente, pois estava acompanhando sua cunhada com problemas de saúde. Falou de uma visita com o vereador Jose Maria no ramal Mato Grosso, onde ouviram alguns relatos sobre um mal atendimento na UBS do local, e que nas quintas feiras a prioridade é do produtor rural mais que não estão respeitando essa regra. Falou sobre o absurdo de não estar tendo dipirona na farmácia nem na UPA do centro, disse que quer entender o porquê dessa demora, estagnação do trabalho da prefeitura. Disse que o prefeito não tem humildade nenhuma, pois na inauguração da escola Presidente Castelo Branco, uma vez que, os recursos e início da obra foi na gestão do prefeito Tião Flores, que sobra arrogância, prepotência em não reconhecerem os deputados, senadores que enviam verbas através de pedidos dos vereadores para que o prefeito Sergio faça essas obras. Reclamou sobre o tratamento que o IDAF vem dando aos produtores rurais, que estão sendo tratados com truculência, tratados como se fossem “bandidos”, pediu a ajuda dos companheiros do legislativo para convocar os responsáveis por essas instituições, para tratar sobre esse assunto, pois acredita que o homem do campo, merece respeito e tratamento digno pois os produtores do agronegócio são quem movimentam a economia da nossa região. Falou que a informação foi passada de forma errônea pelo vereador ausente, sobre os atendimentos que aconteceram no ultimo itinerante na comunidade Fontenele de Castro, onde ao contrário do que o parlamentar havia anunciado, não foram feitos 900 atendimentos e sim 260 atendimentos e 512 procedimentos; lembrou que através de um pedido seu ao senador Petecão do PSD, foi garantido recursos na ordem de 600 mil reais para aquisição de 10 beneficiadoras de arroz para atender os extrativistas da reserva Chico Mendes, mas infelizmente o entrave está no setor de licitações da prefeitura; Abordou sobre a postura de prefeito de Epitaciolândia ao responder os vereadores se desfazendo dos mesmos simplesmente por que postaram vídeos cobrando melhorias nas ruas. Rubens finalizou se colocado à disposição dos proprietários de quiosques de alimentação que atendem na praça 28 de abril há mais de 15 anos e que de forma arbitrária estão sendo comunicados que serão remanejados par outro local com o argumento de que a praça passará por reforma, mas os vendedores noturnos não têm a certeza de retornarem aos seus locais de origem após o termino da obra.

Vereador Pantico da Água (SD) –  O Vereador iniciou sua fala cumprimentando os vereadores, agradecendo a Deus, e toda a plateia e imprensa presente. Trouxe a pauta do mercado municipal (feira dos colonos) e que está faltando iluminação em alguns pontos tornando perigoso, principalmente para os vizinhos, que estão reclamando da situação, onde vândalos estão se aproveitado da escuridão para fazer baderna. Agradeceu ao novo secretário de obra e desejou boas-vindas a ele, desejando um bom trabalho na gestão. Pediu em nome dos moradores da rua dos bombeiros que estão sem trafegabilidade por falta de limpeza e infraestrutura.

Vereador José Maria (PSL) – Iniciou sua fala trazendo a situação da não resposta do executivo em relação aos pedidos de providência; que refez todos os seus pedidos para encaminhar ao novo secretário de obras. Como a situação da estrutura metálica em frente ao São Sebastião e que todos os pedidos não são feitos para BENEFICIO dos vereadores, e sim para a população, que quando ele assumiu o mandato no dia 1º de janeiro, deveria ter acabado as cores partidárias e que ele deveria governar para todos, que essa casa retrata a vontade do povo e que ele não pode escolher o que vai fazer ou não ao seu bel prazer. Que ele passe a agir como o prefeito de todos. Endossou as palavras do vereador Rubens, sobre o tratamento dispensado pelo IDAF, onde os produtores estão sendo tratados como criminosos, cobrando taxas abusivas até para condução de animais nos ramais e estradas dificultando a vida do produtor rural. Disse que o governo também tem deixado a desejar, justificado o não cumprimento das promessas de campanha pelo Covid 19. Falou sobre a Energiza, que cobra muitas taxas absurdas, até para religação de urgência e sobre os funcionários atrapalharem o trânsito, fechando ruas, sendo truculentos quando alguém vai reclamar ou pedir a colaboração deles durante a prestação de serviço.  Disse que apesar do bom trabalho do secretário de saúde, ainda tem muita coisa para ajustar, como essa falta de medicamentos, fitas para teste de glicemia, que itens básicos da saúde estão faltando e que um processo licitatório que deveria durar 45 dias já está enrolado em 9 meses.

Vereadora Seliene Lima (PODEMOS) – Cumprimentou a mesa em nome do vereador Messias e toda a plateia. Parabenizou o prefeito que está se esforçando para atender os pedidos da população, disse que os secretários também não têm medidos esforços para cumprir com suas pastas e as demandas delas. Disse que acompanhou vários itinerantes da Saúde, e parabenizou a todos os envolvidos, da importância da volta do atendimento da UPA do centro e que o secretário tem uma ambulância a disposição. Falou que muitas vezes as conversas chegam modificadas, e que as vezes os pacientes também não fazem sua parte e depois saem falando que tudo é culpa da gestão. Parabenizou pelas atividades voltadas ao esporte, futebol, ciclismo e o campeonato municipal em várias categorias e que não acontecia há muito tempo. Falou sobre os questionamentos dos epitaciolandenses e disse que não trabalhará apenas para produtor rural, mas sim para todos, e que já estão fazendo paliativos nos bairros, que a operação tapa buracos irá contemplar toda nossa cidade, porem da forma que dá para ser feito.  Que foi no km 6 com o vereador Marcos, acompanhando os trabalhos do ramal da dona Antônia e que se fosse da vontade dos vereadores e do prefeito os trabalhos renderiam 101%. Desejou boa sorte ao novo secretário de obras.

Vereador Messias Lopes (PT) – Iniciou sua fala lendo um trecho do salmo 23 e cumprimentou a todos os presentes. Parabenizou aos organizadores envolvidos no bingo beneficente da família do seu “Manoel da farofinha”, para que realize sua cirurgia de forma particular já que o SUS não cumpriu. Teceu uma crítica construtiva sobre o planejamento desorganizado na operação tapa buracos, no centro, nas ruas dos bairros, que é inadmissível tapar buracos com barro apenas e que no verão é poeira e no inverno é lama. Falou a respeito da falta de água e iluminação nas invasões, onde moram pais de família, jovens idosos, crianças e que gostaria de saber como estão o andamento desses pedidos para iluminar as ruas e deu exemplo do seu bairro Beira Rio, e disse que deseja um planejamento mais sério da secretaria de obras que trabalhe junto ao Depasa. Mencionou a situação que a prefeitura quer tirar os comerciantes da praça 28 de abril, que o negócio só é bom quando é bom para ambos os lados, e que o prefeito não pode fazer isso e que essa casa nem foi informada sobre isso, mas que eles vão se unir para lutar por essas pessoas. Falou sobre a falta de remédios básicos na rede pública de saúde, que isso já está se estendendo por muito tempo, que as famílias estão passando por situações difíceis por falta desse remédio. Citou a construção da escola modelo, para saber o porquê nem a terraplanagem do lugar foi feito, correndo risco de até perder a emenda de 4 milhões de reais. Falou sobre a situação do IDAF que está massacrando o produtor rural, que não trabalha colaborando com essa classe que precisa de respeito, informação e transparência.