Caso de influencer que fez piada com morte de Eliza Samúdio tem repercussão nacional

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

Não pegou bem a “piada” que o influenciador digital acreano Alex Thomas fez com a morte brutal da modelo e atriz Eliza Samúdio, crime que chocou o Brasil em 2010. O caso ganhou repercussão nacional ao ser noticiado por alguns portais de notícia.

O polêmico blogueiro, que se autointitulado “a venenosa do Acre”, pediu em seu Instagram para que os seguidores enviassem nomes de pessoas conhecidas no estado para que ele dissesse com quem elas se parecem.

Uma desafeto do jornalista foi citada e ele a comparou com Samúdio, completando: “uma hora ela encontra o Bruno dela”, referindo-se ao goleiro condenado por ser o mandante do assassinato da atriz, que teve o corpo esquartejado e dado a cachorros da raça rottweiler.

A seção de esporte do site IG destacou o episódio, com a manchete “Influenciador é investigado após fazer comparação com morta no ‘Caso Bruno’”. Já o Metrópoles disse que o colunista foi “cancelado” por piada com a morte de Eliza.

O caso repercutiu até no meio político local. A deputada federal Wanda Milani, do Solidariedade, disse que houve “incitação à violência contra a mulher” e repudiu a “brincadeira” do colunista, solicitando respostas do Ministério Público do Acre (MPAC).

Após toda essa repercussão negativa, o post foi apagado. O MPAC já se pronunciou sobre o ocorrido. Disse que investiga o caso e não descarta possível apologia ao crime por parte de Thomas, que também comanda uma agência de moda no Acre. O influenciador pediu desculpas pelo ocorrido.