Com Mandato produtivo, Alan Rick é o nome para enfrentar JV pela vaga de senador

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

No segundo mandato de deputado federal, Alan Rick – DEM – é um dos destaques da Bancada Federal do Acre.

É natural a expectativa de que ele venha a disputar um cargo na chapa majoritária do governador Gladson Cameli – PP – na eleição de 2022.

Vice seria uma opção?

Ao Senado?

Independente de qual seja, Rick está credenciado a somar, e muito.

É o único capaz de vencer o ex-governador Jorge Viana (PT), que lidera a corrida para o Senado, com 21% das intenções de voto, segundo a pesquisa Big Data encomendada pela TV Gazeta e publicada nesta terça-feira.

Alan Rick (12%), que sequer anunciou oficialmente que pretende disputar o Senado e segue sendo uma grata surpresa como um dos 513 membros da Câmara Federal,  já desponta como o maior pontuador dentre os possíveis postulantes na chapa encabeçada pelo governador.

Ao acjornal, ele disse: “É gratificante ser lembrado. Agradeço aos eleitores e tenho certeza que entre eles estão muitos amigos do nosso mandato e simpatizantes de nosso trabalho. Não sei o que vai acontecer lá na frente. Tenho me esforçado para repetir o bom desempenho do nosso primeiro mandato. Meu compromisso com as famílias acreanas é algo inabalável. É o que me move. O futuro a Deus pertence”, declarou o parlamentar.

A deputada federal Jéssica Sales (MDB) vem em seguida, com 9%. A professora Márcia Bittar teria 5% e a senadora Mailza Gomes, 2% .

Alan Rick foi eleito em 2018, com 22.263 votos. O deputado combina com o perfil que o governador busca, por ser agregador e com visibilidade em todo estado. Ainda pesa a seu favor o fato de ele ser quase unanimidade na comunidade evangélica.

A pesquisa deve trazer desdobramentos para as articulações e certamente trará novidades nas próximas sondagens sobre intenções de voto.

A Pesquisa BIG DATA (TV Gazeta) ouviu 600 pessoas nos dias 6 e 7 de agosto. O nível de confiança da pesquisa é de 95%, com margem de erro de três pontos percentuais para mais ou para menos. Foram ouvidas pessoas dos municípios de Brasileia, Cruzeiro do Sul, Feijó, Marechal Thaumaturgo, Mâncio Lima, Plácido de Castro, Porto Acre, Rio Branco, Rodrigues Alves, Sena Madureira, Senador Guiomard, Tarauacá e Xapuri

acjornal.com