Detentos cortam cadeado de cela e tentam fugir de prisão na Capital

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

Onze presos tentaram do presídio Francisco de Oliveira Conde, em Rio Branco, na noite dessa sexta-feira (12). A informação foi dada pelo agente penitenciário Janes Peteca que relatou o caso em uma postagem no Facebook.

O grupo foi flagrado depois de já ter saído da cela, enquanto tentavam deixar o Pavilhão K da Unidade de Regime Fechado, conhecida por Chapão.

Eles tinha quebrado os cadeados das celas e do pavilhão e estavam com terezas (cordas improvisadas feitas com lençóis) para pular o muro.

Janes denunciou ainda a condição do presídio que não tem iluminação e mesmo assim, os policiais penais conseguiram frustar a fuga dos detentos.

“Mesmo na escuridão da noite, com as luminárias da muralha todas queimadas e nenhuma poronga a nos clarear, conseguimos avistar os vultos se esgueirando por fora dos pavilhões e os detivemos. Não é fácil dar plantão sem nenhuma estrutura, só raça mesmo”, escreveu.