Márcio Bittar vai pedir a Bolsonaro que seja vetado aumento do fundo partidário

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

O senador Márcio Bittar (MDB) virou a pauta do dia nesta sexta-feira, 16, em Brasília, ao anunciar que vai pedir ao presidente Jair Bolsonaro que vete o recém-aprovado aumento do Fundo Partidário. Nesta quinta, 15, a Câmara Federal aprovou o aumento, saindo da casa dos R$ 2 bilhões para perto dos R$ 6 bilhões.

Márcio Bittar disse que não pode ser acusado de estar fazendo proselitismo político por uma razão fatal: ele foi um dos pouco políticos no Brasil que gritou contra o Fundo Partidário.

Bittar defendeu sempre as doações privadas com regras duras, capazes de evitar corrupção entre doador e eleito mais na frente. “Na época eu perdi feio, mas continuo defendendo a doação privada porque acho injusto uma empregada doméstica ter que custear dinheiro para partido, uma vez que essa grana vem dos impostos que o povo brasileiro paga”, afirmou o senador.