Petecão lamenta decisão do governo de não ceder máquinas às prefeituras para recuperação de ramais

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

Assessoria

Na presença de 18 prefeitos, em assembleia da Associação de Municípios do Acre (Amac), realizada nesta sexta-feira, 02, em Brasileia, o presidente do Departamento de Estradas de Rodagens do Acre (Deracre), Petrônio Antunes, declarou que o governo do Estado não irá repassar aos prefeitos, via convênio, as máquinas e equipamentos adquiridos por meio de emenda parlamentar, no valor de 36 milhões.

O senador Sérgio Petecão lamentou que o projeto tenha mudado de objetivo, pois no momento da alocação da emenda, as máquinas seriam destinadas às prefeituras, mas que, infelizmente, está faltando sensibilidade por parte do governo do Estado.

“O prefeito é quem sabe a necessidade do município. Quando alocamos a emenda na legislatura passada, o entendimento era de reforçar a frota de maquinários das prefeituras. Com essa atitude, o governo dificulta a abertura e manutenção dos ramais”. Declarou o parlamentar.

Mazinho Serafim, prefeito de Sena Madureira, afirmou que o governo comete um erro ao não repassar responsabilidade aos prefeitos. “É inconcebível que o governador tente usurpar a função da gestão municipal. Os municípios têm toda a logística, somos nós que sabemos onde estão os problemas dos ramais, nossos operadores conhecem as localidades”, declarou.

O prefeito de Rodrigues Alves, Jailson Amorim, propôs que a Amac encaminhe ao governador um documento solicitando que as máquinas sejam cedidas às prefeituras, conforme acordado na elaboração da emenda. “O meu receio é que o Deracre não dê conta, não vai dar porque não tem pessoas para isso. O verão é muito curto, não temos tempo a perder”.