Presidente da Câmara de Epitaciolândia denuncia no MPAC suposta prática de nepotismo na prefeitura do município

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
O Presidente da Câmara de Vereadores de Epitaciolândia, oficializou uma denuncia no Ministério Público de Epitaciolândia contra a prefeitura do município por suposta violação de dois dos princípios da administração pública, levando em consideração a suposta prática de nepotismo.

De acordo com a denúncia, consta no Diário Oficial do Estado (DOE), na edição do dia 17 de março de 2021, que o atual prefeito da Cidade, Sérgio Lopes de Souza, mediante ao decreto de nº 126 de 15 de março do corrente ano, nomeou sua esposa, Alliny Saldanha de Oliveira, ao cargo em comissão de Assistente Jurídico.

Neste contexto, o Parlamentar acredita que o caso refere-se ao conceito de nepotismo, isto porquê o ato em questão trouxe em seu conteúdo a nomeação da esposa do atual prefeito ao cargo.

O documento cita ainda que, Diógenes enquanto representante legítimo do povo epitaciolandense solicita providências, visto a grave violação aos princípios da moralidade e impessoalidade da administração pública, e enfatiza que não é e nem pode ser visto como negócios de família.

Vale destacar que, Alliny é servidora do Tribunal de justiça e teria sido cedida ao município, porém após ser cedida o prefeito Sérgio Lopes que também é delegado e conhece das leis, resolveu nomeá-la ao cargo em comissão, mas após ser questionado por Diógenes, o prefeito tirou a portaria de sua esposa em junho, mas se de fato violou os princípios em questão, tem que responder por isso.

Fonte: 3 de Julho Noticias

Por Alemão Monteiro