Record anuncia acordo para transmissão do Campeonato Carioca

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

LANCE!

Record TV anunciou oficialmente nesta quarta-feira o acordo para transmissão do Campeonato Carioca. Como adiantado pelo LANCE!, o contrato entre a emissora de Edir Macedo e a Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (Ferj), que foi acordado pelos clubes participantes, tem validade para as duas próximas edições do torneio.

Fla levou o Carioca pela 2ª vez seguida (Foto: Alexandre Vidal / CRF)
Fla levou o Carioca pela 2ª vez seguida (Foto: Alexandre Vidal / CRF)

Foto: LANCE!

A negociação pelos direitos de transmissão do Carioca 2021 foi marcada pela disputa acirrada entre as emissoras. Em janeiro, Globo e SBT despontavam como favoritas para vencer a corrida pela competição.
A proposta flexível deixou a emissora de Silvio Santos em vantagem e mais próxima de um acordo. Explica-se: a possibilidade de explorar outras receitas, de fato, agradou aos clubes. A novidade foi vista como fator positivo.

Globo, na sua avaliação, não entendia que o Carioca pudesse ter o modelo fragmentado. A proposta final enviada pela emissora foi de R$ 45 milhões para concentrar todos os direitos, algo que foi recusado por Ferj e clubes.

A proposta do SBT – antes apontada como favorita -, encontrou discordância de alguns clubes, como o Vasco, que ficou reticente em alguns detalhes.

Neste meio-tempo, a reviravolta: a Record apareceu de forma repentina, melhorou sua oferta inicial e deu um novo rumo nas conversas pelo Estadual, conforme o LANCE! informou no início de fevereiro.

Na sequência, a emissora teve o aval positivo dos clubes. O contrato assinado será de dois anos. Os valores não foram informados.

Clubes e Ferj optam pelo fatiamento dos direitos

A assinatura de contrato com a Record, portanto, dará aos clubes a possibilidade de explorar um novo modelo de negócio, algo que era do interesse das partes. Os clubes acreditam que podem aumentar o faturamento com a fragmentação dos direitos.

Além da transmissão na TV aberta, o Carioca também terá pay-per-view próprio na Claro-Net, Vivo e Sky. O valor será fatiado entre os clubes conforme a demanda de cada torcida. A federação e os clubes ficaram com os direitos (referentes a 53% das assinaturas).

Como é um projeto montado do zero e com inovações, há um otimismo entre os envolvidos para que o produto se desenvolva e aumente o montante final. Inicialmente, a expectativa é alcançar R$ 80 milhões com a arrecadação. Nesta conta, soma-se os valores em OTT, TV aberta e propriedades comerciais. É o número, hoje, projetado.

Aposta no ambiente digital

O Carioca também deverá ser exibido no streaming. Fontes relataram ao L! que Facebook e Youtube disputam para ser a plataforma de transmissões. Será mais um complemento na cobertura, que terá forte apelo no ambiente digital.

A coordenação do projeto ficará a cargo de uma empresa de multimídia. Marcelo de Campos Pinto, Raul Costa Jr e Fernando Ferreira são os nomes que encabeçam a nova empresa.

“A união das grandes marcas cariocas, que contam com mais de 60 milhões de torcedores em todo o Brasil e a confiança no projeto de revitalização da competição são garantias de um torneio atrativo, com grandes jogos em campo e muitas ações positivas fora dele”, disse Marcelo de Campos Pinto.