Vereador pede presença do presidente do ISE para explicar implantação de centro para menores em Brasiléia

32
Alexandre Lima

 

A instalação de um Centro para menores delinquentes no centro da cidade de Brasiléia ainda está dando assunto. O vereador progressista, Charbel Saady, usou a tribuna da câmara para pedir o envio de um convite ao presidente do Instituto Sócio Educativo do Acre, Rafael Almeida, para que pudesse discutir tal assunto.

Rafael Almeida, presidente do ISE no Acre.

Como é de conhecimento de público, a instalação do centro virou assunto não quisto por maioria dos moradores da cidade de Brasiléia, uma vez que está sendo construído numa área privada sem que o projeto passasse pela Câmara, para conhecimento dos edis.

Sem estar no plano diretor do Município, está as margens do rio Acre, próximos de duas escolas, num bairro residencial e não conta com aprovação dos moradores e sequer da maioria dos vereadores.

Uma reunião que quase aconteceu as escondidas, acabou sem que houvesse um consenso de ambas as partes, depois que o representante do órgão, tentou dizer que os moradores tratavam o caso com preconceito.

Os moradores deixaram claro que não seriam contra a instalação do Centro na cidade, desde que fosse em outro local, onde se possa dar atividades sócio educativas e esportivas dentro de um espaço adequado e bem planejado. Segundo foi informado pelo vereador Rosevete (PSB), a prefeitura até dispõe de uma escola na BR 317, (Estrada do Pacífico), que pode ser adaptada para tal finalidade.

Um baixo assinado com cerca de 500 assinatura foi entregue no MP de Brasiléia, onde aguardam o posicionamento do órgão sobe o caso. O pedido teve a aprovação dos moradores e seria encaminhado ao presidente do órgão na Capital.

Matérias relacionadas:

Representantes do ISE classificam moradores de preconceituosos durante reunião em Brasiléia

Moradores entregam assinaturas de protesto contra instalação de centro para menores infratores na cidade no MP