Vice Nazaré Araújo contrata quase R$ 60 mil em salgadinhos e cafés da manhã

29
 João Renato Jácome   

Enquanto muitos acreanos não podem comer sequer uma baixaria regional nos mercados municipais espalhados pelo Acre, a vice-governadora Nazareth Araújo e equipe vão poder desfrutar de fartos e variados cafés da manhã ou coffee breaks. É o que confirma o extrato contratual assinado pelo assessor especial da petista, Edson Manchini, e que foi publicado no Diário Oficial.

O custo total será de quase R$ 60 mil, e segundo o Palácio Rio Branco, vai depender da necessidade, ou seja, somente será pago aquilo que for consumido. Mas essa não é a primeira vez que vice-governadora contrata esse tipo de serviço, a preços curiosos. Em 2016, o contrato chegava a R$ 200 mil e também causou muita polêmica entre servidores e assessores.

Uma comissionada ligada a Nazareth Araújo, que procurou o portal para o assunto não passar despercebido, conta que da última vez que um contrato desse foi tornado público pela mídia, a equipe da petista ficou revoltada com o alardeamento dado ao assunto que, mesmo não sendo ilegal, ocorreu em meio à maior crise financeira dos últimos anos.

“Como tinha sempre muita comida, muitos lanches, para todo mundo que fazia visita, e a reportagem falou dos R$ 200 mil, o pessoal não gostou nem um pouco. Alguns queriam até saber quem foi que denunciou, só para desmascarar. Mas no final das contas, não adiantou nada. Só que eles continuaram a comprar lanches e cafés da manhã”, destaca.

O novo contrato, assinado também pela representante da empresa que fornecerá os salgadinhos, Samara Abrahão Silva, terá validade até o dia 31 de dezembro desse ano, e é fruto de uma licitação feita pelo Tribunal de Contas do Acre (TCE/AC), sendo que o Gabinete da Vice-Governadora apenas pegou “carona” no certame da Corte acreana.

“Agora, com essa nossa publicidade, talvez os órgãos fiscalizadores fiquem em cima para ver quanto que será gasto pelo gabinete da doutora. É um absurdo porque às vezes faltam coisas essenciais nos hospitais, nas secretarias, e já faltou até papel higiênico, mas aqui o lanche é prioridade, quando não é no gabinete, é nos eventos da doutora”, desabafou um servidor da pasta.

A informação (veja acima) foi confirmada pelo Palácio Rio Branco, que justificou: além das recepções feitas pela vice-governadora, eventos como o Mulher Cidadã, por exemplo, ou mesmo palestras e eventos institucionais ligados à agenda da petista também poderão receber os doces, salgados ou marmitas de refeição que foram contratados.